Ainda mais impressionante do que essa mistura única de soul, dance e pop de Raye, é sua jornada para ser uma compositora aclamada acima de tudo. Considerando que ela conseguiu um contrato de publicação antes mesmo do que um contrato de gravação, e que ela já tem créditos em músicas de artistas como Nas, Stormzy, Snakehips e MØ, esta cantora de 19 anos pode ter alcançado seu objetivo.

Rita Ora entrevistou Raye para a NYLON Magazine de verão, à convite de Charli XCX. Abaixo você confere a tradução.

Rita Ora: Você é uma das artistas estreantes mais quentes do Reino Unido no momento e suas músicas estão por todas as rádios. Você se assustou quando ouviu a si mesma pela primeira vez?

Raye: Foi doido! A primeira vez que ouvi uma música minha na rádio foi quando estava fazendo um teste de direção. Eu enlouqueci e quase bati o carro. Fiquei gritando pela janela e implorei para meu instruturo para me deixar ligar para minha mãe e meu melhor amigo Ben [risos].

Você escreveu muito com Charli XCX, e você e eu fizemos aquele VIP mix da sua música “After the Afterparty” com Stefflon Don (que foi ótimo!). O quão importante é compor para você? E você ama colaborar com outros artistas?

Composição é muito importante para mim. Eu amo muito e eu acho que é importante trabalhar duro nas coisas que você ama, então é isso que eu tenho feito. Colaborar com outros artistas faz compor se tornar algo mais divertido – combinar visões, ser experimental.

Me diga os seus pensamentos sobre girl power. Amo fazer coisas com outras meninas. É tão bom ficar cercada de mulheres fodonas né?

Amém! Ouça, eu sei que as pessoas acham que é repetitivo dizer isso, mas essa é uma indústria masculina. Estou tão entediada e cheia dessa coisa recorrente de mulheres lutando e batalhando umas contra as outras pela atenção dos homens. Eu cheguei nessa indústria vivenciando isso eu mesma, e eu percebi o quão importante é as garotas não caírem na armadilha de ver umas as outras como rivais – coisa pela qual eu fui encorajada e quase acabei fazendo –
e fazer justamente o contrário. Se rodear de mulheres belas, fortes, positivas e as artistas femininas tem me ajudado tanto como pessoa. É ótimo saber que as suas meninas te apoiam.

Nos conhecemos no jantar para a Adidas que eu fiz em Londres. Aquela noite foi selvagem. Você é uma menina festeira? Qual o coquetel que resume a sua personalidade?

Eu tenho minhas fases. Fico pronta na hora para uma noite longa quando sei que não tenho trabalho no dia seguinte. E meu drinque favorito é definitivamente um Porn Star Martini, porque tem frutas e doce, mas te deixa tontinha [risos].